Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Reitor


Gabriel Monteiro Fernandes - ReitorGabriel António Monteiro Fernandes
 graduou-se 
em Filosofia pela Faculdade Eclesiástica de Filosofia João Paulo II, em 1984; e pela Universidade São Francisco no
ano de 1999; especializou-se em Ciências da Educação pela Universidade do Minho, 1989. Possui mestrado em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina, 2000; e doutorado em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina, 2005.  

Ainda no início de seu percurso profissional, demonstrou intensa desenvoltura para a carreira docente, actuando como professor, pesquisador e consultor.

De 1988 a 1989 foi Coordenador-Geral da Formação em Exercício dos Professores do Ensino Básico no Ministério da Educação no Projecto de Renovação e Extensão do Ensino Básico, entre 1990 e 1991 actuou como Director de Gabinete do Ministro da Informação, Cultura e Desportos; de 1994 a 1996 foi Vice-Presidente da Comissão Internacional da Juventude na União Internacional dos Organismos Familiares onde participou em Congressos e Seminários relativos aos jovens, dentre os quais o destinado à preparação do Fórum Internacional da Juventude em New York - 1994.

No período de 1992 a 1996 foi Director-Geral da Juventude no Ministério do Trabalho Juventude e Promoção Social. 

Trabalhou como Consultor da UNESCO (2006-2008) onde prestou assessoria ao Governo de São Tomé e Príncipe na definição da política nacional da Juventude, e participou da realização de vários estudos e desenvolvimento de projectos de intervenção sociocultural e económica nos Concelhos do Tarrafal e São Domingos. 

Em 1999 actuou como Docente Estagiário na Universidade Federal de Santa Catarina – Brasil, onde leccionou no curso de Ciências Sociais, em 2001 foi Professor universitário na Universidade do Vale do Itajaí – Brasil, no ano de 2002 foi Professor universitário da Universidade do Estado de Santa Catarina – Brasil; actou ainda, na Universidade Jean Piaget de Cabo Verde como Professor universitário (2006).

No ano de 2005 foi vencedor do Concurso “Grande Prémio Cidade Velha”, Cabo Verde. A partir deste ano, iniciou sua actuação no Instituto Superior de Educação – Praia como Professor universitário e investigador, onde leccionou nos cursos de Filosofia e História e orientou trabalhos de conclusão de curso (2005-2008). Entre 2006 e 2009 foi Professor universitário do Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais, aplicando-se as actividades de ensino do curso de Serviço Social e, participando na coordenação das actividades científico-académicas do ISCJS, sendo superintende das actividades ligadas ao Curso de Serviço Social. 

Desde 2008 é reitor da Universidade de Santiago, tendo participado activamente do seu projecto de criação e fundação. Possui livros e outros trabalhos publicados.

 

Publicações do Reitor Gabriel António Monteiro Fernandes

Fernandes, Gabriel; Delgado, José Pina (2008). Estudo sobre a situação dos jovens em conflito com a lei em Cabo Verde. Praia: Ministério da Justiça.

Fernandes, Gabriel; et. al. (2007). A Criança e o Trabalho: um estudo jurídico-sociológico. Ministério do Trabalho, Família e Solidariedade; Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente.

Fernandes, Gabriel; et. al. (2007). Plano de acção para a eliminação do trabalho infantil. Ministério do Trabalho, Família e Solidariedade; Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente, Praia.

Fernandes, Gabriel (2006). Em busca da Nação: notas para uma reinterpretação do Cabo Verde Crioulo. Editora da UFSC; IBNL.

Fernandes, Gabriel (2006). Expatriação, hibridização e aventuras cosmopolitas cabo-verdianas. In: F. Bruseke (org.). Paradigmas da Modernidade e sua Contestação. Florianópolis: Editora Insular.

Fernandes, Gabriel (2005). Cabo Verde: Formações discursivas (trans)nacionalistas de uma sociedade crioula politicamente sitiada. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina. (Tese de Doutorado)

Fernandes, Gabriel (2004). O lugar como um não-lugar: expatriação, hibridização e aventuras cosmopolitas cabo-verdianas. Revista Estratégia, n. 20. Lisboa: IEEI.

Fernandes, Gabriel (2002). A diluição da África. Uma interpretação da saga identitária cabo-verdiana no panorama político (pós) colonial. Florianópolis: UFSC.

Fernandes, Gabriel (2001). Modernidade crítica e modernidade acrítica. (colaborador). Florianópolis: Cidade Futura.

Fernandes, Gabriel (2000). Entre a Europeidade e a Africanidade: os marcos da colonização/descolonização no processo de funcionalização identitária em Cabo Verde. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina. (Dissertação de Mestrado)

Download Template Joomla 3.0 free theme.

Newsletter

Cadastre o seu E-mail e receba as nossas novidades.

Contactos