Deutschland online bookmaker http://artbetting.de/bet365/ 100% Bonus.

Universidade de Santiago lança a 11ª edição do Jornal Voz da US

Após algum tempo de pausa retomamos o jornal Voz da US, embora seja num formato diferente vimos com ainda mais força, garra, dinâmica e determinação. Esta é a primeira edição, neste momento atípico que se vive devido à pandemia do Coronavírus, e é a primeira edição no formato digital, tudo isso, a torna uma edição especial. Esta situação que mexeu com o mundo inteiro ensinou-nos a enfrentar desafios enormes, que estão a nos fortalecer para continuarmos a nossa árdua caminhada sem dar direito à estagnação. Continuar a trabalhar e a lutar dá-nos a esperança de acreditar que dias melhores virão.

Esta é uma edição especial, porque, também conta com a colaboração dos alunos do 3º ano do curso de Jornalismo e Comunicação Empresarial.

Inspirando-se nos valores que norteiam a Universidade de Santiago, esta edição do jornal VOZ da US, reproduz um pouco da dinâmica da instituição, que a caracteriza muito bem. Por outro lado, abre espaço para a sociedade em geral, abrangendo temáticas distintas que afligem e interessam o público, sem nunca deixar de promover a interação entre a comunidade académica e a sociedade.

Esta primeira edição do VOZ da US deste ano letivo, subdivide-se em vários cadernos trazendo um conjunto de reportagens sobre atividades realizadas pelos cursos, falamos das nossas ofertas formativas, destacando os cursos novos tanto a nível de licenciatura como de mestrado. Entretanto, não nos esquecemos de notícias sobre Santiago Norte e sobre o desporto. Temos ainda, o LegadUS, no qual em cada edição entrevistamos uma entidade de renome.

Portanto, é isso. A nossa maior força são os nossos alunos e todos os que estão connosco em todas as circunstâncias, atividades e desafios e junto connosco gritam: “Ami é US.”

Confira o Jornal Voz da US aqui

 

Saúde Mental e Comunitária é o novo curso de mestrado da Universidade de Santiago

A Universidade de Santiago (US) abriu o novo curso de mestrado em SAÚDE MENTAL E COMUNITÁRIA (MSMC) para este ano letivo, pelo que, já pode fazer a sua inscrição nos dois campi ou online.

     O MSMC tem como eixos fundamentais a orientação científica, a orientação pedagógica, a prática clínica e atividades de extensão universitária, e objetiva a formação de profissionais das áreas da saúde e social capazes de refletir sobre a sua realidade de atuação e propor mudanças executáveis. Dentre os vários objetivos deste curso, destacamos a formação de profissionais que, no âmbito das suas competências, sejam detentores de:

a) Conhecimento e capacidade de compreensão da saúde mental, a um nível aprofundado, e da pessoa com doença mental, família, grupo e comunidade que constituam a base para o desenvolvimento e/ou aplicações originais, incluindo o contexto de investigação;

 

b) Capacidade para aplicar conhecimentos, compreender e resolver problemas em situações novas e não familiares, em contextos multidisciplinares de saúde mental;

 

c) Capacidade para integrar conhecimentos, lidar com questões complexas, desenvolver soluções ou emitir juízos em situações de informação limitada/incompleta, incluindo reflexões sobre as implicações e responsabilidades éticas e sociais;

 

d) Desenvolver uma visão sistémica do funcionamento familiar percecionando-o como um processo de coevolução transformativa entre sistemas e contextos;

 

e) Adquirir conhecimentos que potenciem a capacidade na tomada de decisão no processo de avaliação e intervenção familiar;

 

f) Prestar cuidados específicos nas diferentes fases do ciclo de vida da família ao nível da prevenção primária, secundária e terciária;

 

g) Capacidade para comunicar as suas conclusões, os conhecimentos e os raciocínios a elas subjacentes, de uma forma clara e sem ambiguidades;

 

h) Promover a capacidade de tomada de decisões éticas;

 

i) Estimular processos de mudança e inovação à luz do conhecimento científico e da investigação.

O curso está estruturado para 2 anos, em 4 semestres, com uma carga horária total de 3.240 horas totais (sendo 1.070 de contacto e 2.170 de trabalho autónomo). As horas de contacto são distribuídas da seguinte forma: 455 horas letivas e 640 horas de conhecimentos técnicos, adquiridos em diferentes contextos de trabalho relacionados à atenção mental e comunitária (ensinos clínicos).

   A saúde mental é muito mais do que a ausência de doença mental. Ela envolve um estado de bem-estar em que o indivíduo reconhece as suas capacidades, consegue lidar com as situações de tensão da vida quotidiana, trabalha de forma produtiva e contribui para o bem-estar da comunidade. A nível mundial, quatrocentos e cinquenta milhões de pessoas são portadoras de um distúrbio mental ou de comportamento e cerca de um milhão suicidam-se anualmente. A depressão, a dependência do álcool, a esquizofrenia e os distúrbios bipolares estão entre as 10 maiores causas de incapacidade no mundo contemporâneo. Apesar da existência de tratamentos cuja efetividade está confirmada, estes não estão acessíveis para a maior parte das pessoas com problemas de saúde mental. Muitos dos recursos existentes são desperdiçados em intervenções ineficazes, ineficientes e inefetivas.

Além deste novo curso, a US, disponibiliza mestrados em:

-Ciências Empresariais;

- Enfermagem em Saúde Materno-Infantil;

- Gestão de Recursos Humanos;

-Pedagogia;

-Políticas Públicas e Desenvolvimento Local;

- Português com Língua Segunda;

Pelo que as inscrições também podem ser feitas nos dois campi ou pelo seguinte link: https://forms.gle/GpNcV9hZ6mjzNdyN9

Para os que vivem fora de Cabo Verde, as inscrições podem ser feitas nos seguintes links:

 

Universidade de Santiago inaugura sala de vacinação contra Covid-19

A Universidade de Santiago (US), em parceria com a Delegacia de Saúde de Santa Catarina,  inaugurou nesta sexta-feira, 28, a Sala de vacinação contra a Covid-19, nas instalações da US.
 
A inauguração, que teve início por volta das 11h, contou  com a presença  dos membros da Reitoria, Ministro da Saúde, Proteção  Civil,  Delegada de Saúde de Santa Catarina, Diretor da Região Sanitária de Santiago Norte, bem como a Presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina e a sua equipa.
 
 
Segundo a Chefe  do Departamento de Ciências da Saúde, Ambiente e Tecnologias, Marcília  Fernandes, a criação da sala de vacinação  é um passo importante  da Universidade de Santiago na luta contra  a Covid-19.
 
"A criação  da sala de vacinação  é um compromisso da US na luta contra a Covid-19. A ideia  surgiu  com as estruturas sanitárias de Santiago Norte, nomeadamente a Delegacia de saúde de Santa Catarina  e a Região Sanitária de Santiago Norte", disse.
 
De acordo com aquela dirigente, além  de ser um compromisso  da instituição  é uma forma de sensibilizar  a comunidade estudantil sobre a importância  da vacinação.
 
Segundo a mesma, a US tem uma relação  de parceria  muito  marcante com a Região  Sanitária de Santiago Norte, em especial  a Delegacia  de Saúde de Santa Catarina. 
 
"A Universidade de Santiago  tem tido  uma relação muito marcante com a Região  Sanitária Santiago  Norte  em especial  a Delegacia  de Saúde de Santa  Catarina. Esta  ação que é a montagem  da sala é mais uma prova. Além disso, a Universidade lançou a campanha "US em vacinação" promovendo  o processo  de vacinação dentro do Campus e com a criação  da sala dentro  da instituição será um estímulo para os alunos. O ideal mesmo seria se todos já estivessem vacinados com a segunda dose no início deste ano letivo", reforça.
 
Marcília Fernandes conta que a parceria  entre  a Universidade de Santiago  e o Ministério da Saúde já  vem desde 2017, quando foi aberta  a primeira  turma  de Complemento  em Enfermagem. 
 
A Delegada da Saúde de Santa Catarina, Elisângela Tavares, por seu turno agradece o apoio que tem recebido de todos os parceiros assegurando que "temos trabalhado em conjunto e todos na mesma linha de promover a vacinação e de fazer chegar a comunidade essa desmistificação sobre as informações que tem chegado. Já se sente a diferença, esta última resolução também já se faz notar, aumentámos o número de atendimento dos profissionais que estão nos serviços de estado, sobretudo dos serviços de educação. Este posto é muito estratégico, conversamos muito sobre isso e finalmente conseguimos concretizar e agradecemos  ao Senhor Ministro pela resposta que chega em bom momento."
 
Por sua vez, o Ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, fala da facilidade que essa sala trás para os estudantes e comunidade em geral.
 
"Acho muito bom ter um posto de vacinação aqui na Universidade, facilita os alunos com mais de 18 anos e os professores, apesar de que  a taxa de vacinação nos professores tem aumentado. Não  só facilita professores e alunos mas, também, todos os que trabalham com a educação", disse.
 
Segundo  o Ministro, na primeira semana do mês de setembro a taxa  de vacinação poderá estar nas 70% na média  nacional.
 
De salientar que as pessoas já podem tomar a 2ª dose da vacina no novo posto montado na Universidade de Santiago.
 
 
Jair Furtado

Universidade de Santiago Disputa este Sábado Final do Gamboa Games

A equipa de andebol da Universidade de Santiago (US), disputa este sábado, 28, a final do Gamboa Games, depois de vencer na quinta-feira, por 2-0, a equipa dos Dream Boys.
A US esteve sempre na frente do marcador, numa partida que ficou marcada pelo elevado nível dos jogadores e fair-play.
A equipa de andebol da Universidade de Santiago chega assim à grande final do torneio Gamboa Games a ter lugar este sábado às 16:30, tendo como adversário o Girassol.
 
 
Jair Furtado

Download Template Joomla 3.0 free theme.

Newsletter

Cadastre o seu E-mail e receba as nossas novidades.

Contactos

Está em... Home Notícias e Eventos