A Universidade de Santiago recebe visita de cortesia do Senhor Presidente do Governo Regional do Príncipe

A Universidade de Santiago (US) recebeu hoje, dia 26 (de maio de 2021), uma visita de cortesia do Presidente do Governo Regional do Príncipe (GRP), Filipe Nascimento. As duas entidades celebram, também, um protocolo com a finalidade de estabelecer as formas de colaboração entre as partes.

No seu discurso, o Presidente do Conselho da Administração da SCC, David Hoppfer Almada, manifestou a satisfação de ter contribuído para a criação da Universidade de Santiago, enaltecendo a todos os que também contribuíram e trabalharam com “muito pulso, muita vontade e muita capacidade de resistência para nos aguentarmos até hoje”.

“Felizmente bem, porque temos uma sociedade hoje sustentada, com nome, com respeito e procurada por todo o lado”, disse o dirigente que afirmou a sua satisfação em receber o GRP, assegurando que “é com grande satisfação que eu me sinto e que nos sentimos cá hoje. Mas esta satisfação redobra-se ainda de valor para mim, quando vejo alguém de outro país a pedir essa nossa contribuição também, ao assinar este protocolo”.

Hoppfer finalizou fazendo um pedido ao dirigente do GRP. “Eu peço que aceite e transmita ao seu povo que nós, aqui, estamos satisfeitos por o receber, mas também que este povo está satisfeito”.

Por sua vez, o Presidente do GRP, Filipe Nascimento, agradeceu o acolhimento do projeto proposto e diz que a US faz jus ao slogan “Universidade de Santiago, uma marca para a vida, uma porta para o mundo”, pois, a US chegou ao Príncipe.

“Neste momento temos a frequentar a US quase dezenas de pessoas”, disse. Portanto, o dirigente diz que não poderia ser indiferente a todo o sacrifício que assiste aos alunos do Príncipe que estudam na US. “Eu me senti na obrigação de sair de casa para ir ao encontro do nosso interlocutor que é a US e manifestar o nosso interesse em permitir que os alunos, que por razões laborais não têm oportunidade de se deslocar para estudar presencialmente, tivessem essa oportunidade no Príncipe”, acrescentou.

Nascimento assegurou que, com este protocolo, estão a dar um passo histórico, na medida em que levarão essa oportunidade ao Príncipe, criando condições para que muitos da ilha venham para a US. “Por isso, não só tenho que agradecer esta abertura, mas também dizer-vos que estamos aqui a criar as bases para que a US continue a apostar na sua internacionalização”.

Acrescentou, ainda, que esse protocolo traz ganhos imediatos e este ganho é que os alunos ou potenciais interessados a frequentarem o ensino superior já sentem uma abertura, porque a Universidade já a tinha dado e agora vai chegar com o apoio institucional do Governo Regional.

“É para nós especial estabelecer esta parceria com uma instituição cabo-verdiana, visto que a ilha do Príncipe é habitada por cerca de 80% da população cabo-verdiana e descendentes”.

O presidente mostra a sua satisfação e emoção em estar na US, manifestando a abertura em receber representantes da Sociedade ou da Universidade, afirmando que a US hoje não é uma universidade só de Cabo Verde mas, sim, do mundo.

“São muitas pessoas que estão a seguir e a frequentar a vossa Universidade no ensino à distância. Conheço pessoas em São Tomé e em Príncipe que estão muito satisfeitas em frequentar os vossos cursos, falam da qualidade do ensino, da pedagogia e da vossa capacidade organizativa.

Terminou felicitando e agradecendo à US mostrando disponibilidade para, “em conjunto, daqui a uns anos, estarmos a olhar para trás e ver que valeu a pena, pelo número de pessoas que vamos formar na US”.

 

Andreia Pereira

 

Arranca hoje na Universidade de Santiago a Semana Académica 2020/2021

Sob o lema, “(Re)encontro com o outro: crescimentos partilhados”, a Universidade de Santiago realiza, de 25 a 28 de maio, a Semana Académica 2020/2021.

 

A programação envolve um leque de atividades transversais, em formato online, com destaque para webinars, workshops e palestras, com o intuito de partilhar conhecimentos e experiência e de contribuir para o aprofundamento de debates em torno da ciência e da cultura.

 

De manhã, o Departamento da Ciência da Educação, Filosofia e Letras (DCEFL) realizou um webinar sobre o tema “Relações entre fontes e jornalistas numa sociedade mediatizada: a voz dos atletas”.

 

A conferência ficou a cargo de Fernando Borges, que falou sobre a aproximação entre atletas e jornalistas; também falou sobre o “poder” que os atletas conseguiram ter hoje e sobre as influências que as médias têm sobre o desporto. Borges referiu-se ainda ao como os canais dos clubes influíram nos trabalhos de jornalistas, como o “Porto Canal” e “Benfica TV”.

 

E, por fim, analisou e respondeu a uma série de questões no que tange ao jornalismo e ao futebol, sobretudo ao futebol português. Na mesma altura, acontecia uma conferência sobre “Avaliação das aprendizagens em Cabo Verde”.

 

Esta conferência foi presidida por Cláudia Mendes e moderada pela professora Marisa Lopes. Durante a conferência foram tratados temas como técnicas e instrumentos de avaliação, a autoavaliação, funções da avaliação.

 

Cláudia Mendes apresentou algumas questões críticas para reflexão e discussão à volta do tema, tal como, por exemplo, o feedback é a peça central de qualquer processo de avaliação pedagógica. Explicou, ainda, que, na aula, o professor não está lá para transmitir informação, mas para comunicar, e que o foco deve ser o aluno. No período da tarde, realizou-se um seminário denominado “Gravidez em tempos difíceis” onde, também, foram discutidos os seguintes pontos: 1) “Do ponto de vista obstétrico, que desafios a pandemia nos trouxe?” Este tema foi ministrado pela Professora Doutora Carolina Henriques; 2) “Do ponto de vista da saúde mental, que desafios a pandemia nos trouxe?”, conferência essa que foi proferida pela Professora Doutora Teresa Barroso e, por fim, 3) “E na prática clínica, que desafios a pandemia nos trouxe?” Esta ficou sob a responsabilidade do Enfermeiro Obstetra Carlos Carraco Mendes.

 

E com o tema, “Economia africana: desafios, perspetivas e oportunidades” e o painel, “África e cinema afro-brasileiro: o audiovisual como auxiliar da pesquisa académica e identitária”, encerram-se as atividades de hoje.

 

Jair Furtado e Anilza Rocha

 

US: Semana Académica 2020/2021

Sob o lema “(Re)encontro com o outro: crescimentos partilhados”, a Universidade de Santiago irá realizar, de 25 a 28 de maio, a Semana Académica 2020/2021.
A programação envolve um leque de atividades transversais, em formato online, com destaque para webinars, wokshops e palestras, com o intuito de partilhar conhecimentos e experiência e de contribuir para o aprofundamento de debates em torno da ciência e da cultura.
 
 

Universidade de Santiago e Instituto Politécnico de Santarém lançam projeto “Inovação Digital CV”

No âmbito do seu plano de atividades, a Universidade de Santiago (US), em parceria com o Instituto Politécnico de Santarém (IPS), vai implementar o projeto “Inovação Digital CV”, que pretende, ligando a academia e os outros subsistemas de ensino, desenvolver a literacia digital nos agrupamentos de escolas da ilha de Santiago, em Cabo Verde.

O projeto “Inovação Digital CV” tem o objetivo de capacitar com competências digitais os docentes dos agrupamentos de escolas da ilha de Santiago, em Cabo Verde, criar e lançar a página web dos agrupamentos, promover a utilização dos sistemas de gestão de aprendizagem nos agrupamentos, bem como desenvolver competências para a cidadania digital no corpo docente e nos estudantes.

A abertura oficial do projeto decorreu, esta quinta-feira, 08 de abril, e contou com a presença do Reitor da Universidade de Santiago, Professor Doutor Gabriel Fernandes, e do Presidente do Instituto Politécnico de Santarém, Professor Doutor João Moutão.

Após o discurso de abertura proferido pelo Reitor da Universidade de Santiago e pelo Presidente do Instituto Politécnico, o professor João Samartinho falou da participação do IPS no projeto e da parceria entre a US e o IPS. Por seu turno, o professor Luís Rodrigues, na qualidade de Chefe do Departamento de Ciências da Educação, Filosofia e Letras, mostrou a sua satisfação pela iniciativa do projeto e falou da participação da US apresentando os parceiros locais.

Este projeto levará a cabo a formação dos docentes dos ensinos básico e secundário de 4 agrupamentos de escolas da ilha de Santiago, em Cabo Verde. Portanto, os representantes dos agrupamentos falaram um pouco dos seus engajamentos e do compromisso com o projeto.

 A seguir, foi a vez da apresentação do projeto pela Cristina Novo, Ana Torres e Marisa Lopes.

A formação será ministrada nas seguintes áreas, “Conceção e Publicação de Páginas Web” e “Sistema de Gestão de Aprendizagem e Cidadania “Digital”. Terá como público alvo docentes de informática, dirigentes de agrupamentos e coordenadores de ciclos.

Todos elogiaram o grande projeto que será muito benéfico, tanto para os agrupamentos, como para os parceiros envolvidos.

De referir que a formação terá início no dia 14 de abril de 2021.

 

Andreia Pereira

 

Mais artigos...