Universidade de Santiago assina protocolo de cooperação com Universidade de Coimbra

A Universidade recebeu, esta quinta-feira, dia 07, o Vice-Reitor da Universidade de Coimbra, João Nuno Calvão da Silva, para reunião de trabalho e posterior assinatura de um protocolo no âmbito académico, científico e cultural.

Conforme o Reitor da Universidade de Santiago, Prof. Doutor Gabriel Fernandes, o protocolo ora assinado tem muitos aspetos que, de certa forma, vão contribuir para aproximação das duas comunidades académicas, para a valorização do intercâmbio, para o reforço dos programas de formação e capacitação de quadros e para alguma mobilidade.

Para Gabriel Fernandes, à luz do protocolo ora assinado, existe a possibilidade de ações conjuntas, de cursos conjuntos, tanto nacionais como internacionais. “Portanto, são elementos que ajudar-nos-ão no processo de internacionalização, mas, no processo de reforço das nossas apostas, levando sempre a titulação do próprio corpo do pessoal docente”, afirma. Esse dirigente assegura que são muitas as “expetativas no que concerne à diversificação das nossas ofertas, a nível da pós-graduação” e que “as parcerias ajudar-nos-ão a consolidar as nossas ofertas e a reforçar a nossa capacidade de resposta”, conclui.  

Por sua vez, o Vice-Reitor da Universidade de Coimbra, Prof. Doutor João Nuno Calvão da Silva, diz que “o protocolo é essencialmente académico, científico e cultural. A Universidade de Santiago é uma Universidade conceituada e vai dando os seus passos firmes no sentido, também, da internacionalização e cumprindo uma importante responsabilidade social.” 

Aquele dirigente diz que a Universidade de Coimbra vai apoiar a US, em tudo que a instituição entender que Coimbra possa contribuir.

 

Jair Furtado

 

Universidade de Santiago: Alunos do Mestrado em Saúde Materno-Infantil no estágio em Portugal

Os estudantes do curso de Mestrado em Saúde Materno-Infantil (MESMI) encontram-se em Portugal, para realização do estágio curricular.

Segundo a Chefe do Departamento de Ciências da Saúde, Ambiente e Tecnologias/ coordenadora do curso de Mestrado em Saúde Materno-Infantil, Marcília Fernandes, “trata-se de 20 enfermeiros que estão a realizar o estágio curricular em Portugal, estando 10 na ilha da Madeira sob a coordenação da Escola Superior de Enfermagem de São José de Cluny, 1 no Hospital Professor Doutor Fernando da Fonseca, em Lisboa, e os outros 9 estão em Vila Real, no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro”.

Fernandes diz que, "para a concretização deste estágio, o Ministério da Saúde teve um papel importante na atribuição de licenças com vencimento [a esses enfermeiros], o que constituiu um fator importante, porque apenas um mês de férias não seria suficiente para a realização do estágio".

Por isso, aquela dirigente ressalta como importante a valorização da parceria e colaboração do Ministério da Saúde e dos outros parceiros na formação desses enfermeiros.

“Durante este percurso, consolidamos parcerias com outras instituições como a Escola Superior de Enfermagem São José de Cluny, da região autónoma da Madeira, no âmbito da assunção de algumas unidades de crédito”, afirmou Marcília Fernandes.

O Mestrado em Enfermagem de Saúde Materno-Infantil da US arrancou em dezembro de 2019, fruto de uma parceria com o Instituto Politécnico de Leiria. Em novembro de 2020 iniciou uma segunda turma. Cada turma com cerca de 40 estudantes, quase todos enfermeiros quadros do Ministério de Saúde, de Santo Antão a Brava.

 

Jair Furtado

Calendário Académico 2021/2022

A Universidade de Santiago anuncia o Calendário Académico 2021/2022 e avisa que o ano letivo se inicia a 11 de outubro em curso. O ano letivo arranca com a Semana de Receção aos Caloiros, de 11 a 15 de outubro. Brevemente partilharemos o programa.

Calendário Académico 2021/2022

Webinar sob o lema "Gestão de Riscos de Desastres Naturais"

No âmbito do projeto "Ação Humanitária: Mudanças Climáticas e Deslocamentos (HumAct)", irá decorrer no dia 28 de setembro, pelas 09:30 locais, um Webinar sob o lema "Gestão de Riscos de Desastres Naturais" que contará com a participação de especialistas de Cabo Verde, Moçambique e Grécia. A Universidade de Santiago, uma das parceiras do Projeto, estará representada pelo Professor Doutor Pedro Andrade Matos.

Mais artigos...